loader image
X
Olá! Deixa-me guiar-te pelo mundo digital.
Acumulamos experiência em vários setores! Vamos começar?
Faço parte de uma equipa multidisciplinar com diversas qualificações técnicas!
Cada projeto é uma viagem ao futuro com os nossos clientes!
Vamos iniciar uma nova rota juntos?
Toma decisões mais rápidas e vencedoras. Nós ajudamos-te!
Junta-te à nossa equipa!
Queres aumentar as oportunidades de negócio da tua empresa?
Descobre o que vem a seguir!
Copywriting 3min

10 Dicas para escrever anúncios de texto para Google

Ler Artigo

Os anúncios do Google são um dos tipos de anúncio que desenvolvemos. Conheça algumas dicas para criar este tipo de conteúdo.

Um dos maiores desafios para um criador de conteúdos digitais é ser capaz de não só adaptar o conteúdo à identidade e objetivos específicos de cada cliente, mas também às características e especificidades de cada plataforma.

Os anúncios de texto do Google Ads são um dos tipos de anúncio que podemos desenvolver. Estes anúncios são exibidos acima e abaixo dos resultados da Pesquisa no Google e são compostos por três partes: texto do título, URL de visualização e texto de descrição.

Para além das exigências obrigatórias, como os limites de caracteres de cada campo, devemos considerar algumas recomendações como fundamentais, se queremos que o nosso anúncio consiga destacar-se dos outros anunciantes e conquistar tráfego qualificado.  Partilhamos a seguir as 10 dicas essenciais para criar anúncios que arrasam na conversão:

 

  1. Incluir as palavras-chave no copy

O Google esforça-se  para oferecer aos utilizadores os resultados de pesquisa mais relevantes. Ao julgar a relevância dos vários anúncios que competem num determinado leilão, o Google confia em palavras-chave. Assim, as palavras-chave ajudam o Google a determinar os anúncios que são relevantes para uma consulta específica.

 

  1. Alinhar a mensagem com a customer journey

Ao escrever um anúncio é fundamental concentrarmo-nos em atender às necessidades exclusivas de quem procura algo relacionado com o nosso negócio, e isso significa alinharmos as nossas mensagens com as várias fases da jornada do cliente.

 

  1. Dizer às pessoas porque devem clicar no nosso anúncio 

Nós não queremos só atrair cliques, queremos atrair cliques qualificados. Apenas queremos que cliquem no nosso anúncio aquelas pessoas que se podem tornar nossas clientes. A maneira mais direta e eficaz de conseguir evitar que o nosso orçamento seja desperdiçado com cliques não qualificados é através do copy. Devemos informar de forma clara qual é o nosso produto ou serviço e a quem é dirigido.

 

  1. Não gastar espaço com o que a audiência já sabe

Ao escrever um anúncio estamos limitados no número de caracteres que podemos usar e não há margem para desperdício. Deve-se evitar escrever conteúdo que não acrescenta nada sobre o valor que o serviço oferece aos seus clientes.

 

  1. Otimizar o copy para dispositivos mais pequenos

Há cerca de um ano, o Google aumentou ainda mais os anúncios de texto com um terceiro título de 30 caracteres e uma segunda descrição de 90 caracteres. Mas há um problema: dispositivos mais pequenos, como smartphones, nem sempre podem acomodar três títulos e duas descrições.

Nesses casos, o Google cortará automaticamente parte do copy. Para evitar a perda de partes importantes dos nossos anúncios, devemos  incluir essas informações (como a proposta de valor) nos dois primeiros títulos e na primeira descrição.

 

  1. Escrever 3 anúncios e perceber o que converte melhor

Primeiro, escrevemos um anúncio que responde à pergunta do leitor “o que há para mim” e apresente o valor do produto e o resultado de o usar na perspetiva do leitor.  O segundo anúncio deve concentrar-se mais nos serviços que a empresa fornece. Qual é a solução, qual é o problema que estamos a resolver? Para o terceiro anúncio podemos ser mais criativos e fazer algo diferente dos dois primeiros, experimentar um título mais arriscado, por exemplo.

 

  1. Utilizar linguagem simples e fácil de entender

Não queremos criar entraves à conversão utilizando palavras mais complexas ou frases menos diretas.

  1.  Tornar o anúncio o mais informativo possível

O nosso copy deve procurar responder às questões que a nossa audiência possa ter, mediante os dados que conseguimos ter sobre o seu comportamento de pesquisa.

 

  1.  Ser empático

O foco deve estar sempre na audiência e não na nossa marca: “…talk about what THEY (your customers) want and SHOW them how to get it. It’s always about them, never you.” – Dale Carnegie.

  1.  Apelar ao sentido de urgência

Colocar no título do anúncio informação que incentive à ação imediata, como ofertas especiais e descontos temporários.

 

 

Para além destas recomendações, é fundamental apostar na constante otimização dos anúncios, adaptando o copy, fazendo alterações no setup das campanhas e revendo a estratégia de marketing, sempre com a criatividade como principal aliada.

 

Juntos

Fazemos acontecer