loader image
X
Olá! Deixe-me guiá-lo pelo mundo digital.
Acumulamos experiência em vários setores! Vamos começar?
Faço parte de uma equipa multidisciplinar com diversas qualificações técnicas!
Cada projeto é uma viagem ao futuro com os nossos clientes!
Vamos iniciar uma nova rota juntos?
Tome decisões mais rápidas e vencedoras. Nós ajudámos!
Junta-te à nossa equipa!
Quer aumentar as oportunidades de negócio da sua empresa?
Descubra o que vem a seguir!
Sem categoria 5min

Email Marketing: 6 passos para ter sucesso

Ler Artigo

Através de um email podemos fornecer conteúdo útil, construir relações, fornecer experiências marcantes e, sobretudo, fornecer valor.

 

Sabia que em 2020 existirão 3 mil milhões de utilizadores de email?

 

Sim, 3 mil milhões!

 

Apesar de existirem diversos canais onde conversamos e interagimos com os nossos clientes, o Email Marketing assume-se como um canal indispensável.

 

Através de um email podemos fornecer conteúdo útil, construir relações, fornecer experiências marcantes e, sobretudo, fornecer valor.

 

Conteúdo certo, para a Audiência certa, no Tempo certo, significa Sucesso.

Quando falamos de conteúdo certo, estamos a falar da entrega de uma mensagem contextual e adequada à pessoa que recebe o email. É desta forma que se constrói confiança. Quanto à audiência certa, é onde surge a importância da segmentação, enquanto que o momento certo é o que vai dar poder aos emails, porque é onde se pode criar mais impacto.

 

Mas todos os elementos são importantes, já que para enviar o email no momento certo é necessário ter em consideração onde os contactos estão na jornada do consumidor (awareness, consideration & decision) e desenvolver o conteúdo que se adequa a esse estado.

Jornada do Consumidor

Por exemplo, no estado de Awareness as pessoas estão à espera de conteúdo mais educacional, enquanto que no estado de Decision, as pessoas necessitam de mais informações, de experimentarem ou até de falarem com a área comercial.

 

Assim, para sermos bem sucedidos nesta tão importante tarefa que é o Email Marketing, existe um conjunto de passos que não podemos descurar. Fique a conhecer os 6 que consideramos essenciais!

 

VER TAMBÉM: OS 8 Ps DO MARKETING DIGITAL – UMA ABORDAGEM ADAPTADA AO MARKETING DIGITAL

 

A importância da segmentação

Quando colocamos os contactos da nossa base de dados em grupos mais pequenos, baseados em semelhanças, é mais fácil adaptar a mensagem e torná-la mais relevante e envolvente para as pessoas que recebem o e-mail.

 

Segundo dados do HubSpot, uma campanha segmentada recebe menos 9,37% de unsubscribers e 100% mais cliques do que uma campanha não segmentada. Para além disso, 77% do ROI (Return on Investment) em Email Marketing vem de campanhas segmentadas.

 

Deixamos três boas práticas para uma estratégia de segmentação bem sucedida:

– Ter uma base de dados limpa e organizada;

– Recolher a informação certa;

– Compreender dados explícitos e implícitos.

 

A importância da segmentação

 

Trabalhar na criação de um email de alto desempenho

Para o desenvolvimento de um email de alto desempenho devemos definir:

– Objetivo do email;

– Para quem e de quem é o email;

– Assunto do email;

– Texto de Pré-visualização;

– Conteúdo do corpo do email;

– Rodapé e imagem.

 

Ou seja, devemos definir bem o objetivo do email e a partir daí desenhar cada parte tendo por base esse objetivo. Para além disso, ao longo do tempo devemos otimizar cada uma das partes do email para chegarmos às conversões. Surge aqui a importância da análise constante e dos testes, que falaremos mais à frente.

 

Email de Alto Desempenho

 

Compreender a entrega dos emails

Para compreender a entrega dos emails, existem duas partes essenciais: o que se faz antes de enviar o email, e o que se faz depois de enviar o email.

 

Antes de enviar o email

Obtém-se consenso, criam-se listas de contactos e analisa-se o engagement.

Ou seja, devemos ter permissão para enviar o email, devemos conhecer as fontes dos contactos para ser mais simples a criação das listas e também conhecer as expectativas desses contactos. É desta forma que conseguimos entregar uma mensagem contextual e adequada e, por consequência, construir confiança.

 

Depois de enviar o email

Avaliamos o engagement positivo e o engagement negativo.

 

Engagement positivo

Analisamos as aberturas, cliques e conversações.  Aqui percebemos tendências e como são construídas as relações com os contactos.

 

Engagement negativo

Analisamos os contactos que rejeitaram o email, os reports de spam, etc. Aqui aprendemos como podemos melhorar os emails e a entrega dos mesmos.

 

Existem componentes chave para uma estratégia de Email Deliverability:

– Ter uma permissão verificável;

– Usar o duplo opt-in;

– Monotorizar o bounce;

– Desenvolver campanhas de re-engagement.

 

Email Deliverability

 

Ter em conta a importância do Design

Comunicar claramente uma mensagem e criar uma experiência consistente.

 

O melhor design é simples e atingível, uma vez que permite ao contacto encontrar valor sem fazer esforço. O design deve comunicar visualmente as nossas ideias e, por isso, deve ser definido um objetivo claro para cada email, que deve estar diretamente ligado ao Call to Action.

 

Para além disto, consistência é a palavra de ordem. Não nos podemos esquecer que o Email Marketing é apenas um dos canais conde conversamos com os nossos contactos, por isso, o design deve ter elementos transversais que permitam uma identificação clara da Marca. Logótipo, cores e linguagem, por exemplo.

 

Escusado será dizer que, num momento em que 48% dos emails são abertos em dispositivos móveis, o design deve ser mobile responsiveness!

 

A importância do Design

Analisar, analisar e analisar

É através de uma análise constante que conseguimos continuar a desenvolver relações com os nossos contactos e melhorar toda a estratégia de marketing. Os dados acabam por ser mesmo o combustível para a mudança porque mostram tendências que nos ajudam a dinamizar a nossa estratégia de forma a que esta tenha mais valor.

 

Existem três tipos de métricas essenciais:

– Métricas individuais de email;

– Métricas globais dos canais de email;

– ROI.

 

Analisar sempre os dados

Testar para Otimizar

Quando testamos e optimizamos emails, temos duas áreas: o próprio teste e como medimos e melhoramos com base nos resultados.

 

E por que é tão importante testar um email? 

Porque as perspectivas e os contactos estão em constante mudança.

Mas não devemos testar por testar. Devemos sempre questionar por que estamos a fazer aquele teste e o que pretendemos obter.

 

Para facilitar, deixamos alguns passos para a construção de um teste:

– Definir o objetivo;

– Avaliar o segmento para o qual queremos enviar;

– Desenhar o teste;

– Rever e começar o teste.

 

Os testes A/B são um ótimo método para comparar duas versões de forma a perceber qual a que tem melhor performance. Mas temos de ter em atenção que um teste com estas características deve ser feito para listas com, pelo menos, 1000 contactos.

Teste A / B

VER TAMBÉM: OS 8 Ps DO MARKETING DIGITAL – UMA ABORDAGEM ADAPTADA AO MARKETING DIGITAL

 

Como já verificámos, o Email Marketing é um mundo de possibilidades, onde estão em jogo diversos fatores que podem ditar o sucesso de um email.

 

Conteúdo certo, para a Audiência certa, no Tempo certo, significa Sucesso.

 

Devemos ter sempre em mente que ao enviar um email estamos a construir relações e a fornecer valor aos nossos contactos e que isso implica tempo e trabalho.

Juntos

Fazemos acontecer